Home Destaque Polícia prende várias pessoas em Mato Grosso por venda de CNH. Veja quem são:

Polícia prende várias pessoas em Mato Grosso por venda de CNH. Veja quem são:

4 primeira leitura
0
0
512

Gazeta Digital

A operação Mão Dupla, deflagrada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (5) para desarticular um esquema de compra e venda de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) operado de dentro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), cumpriu 100% dos mandados de prisão e busca e apreensão expedidos pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá. As investigações são conduzidas pela Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz).

 

Conforme a Polícia Civil, 20 servidores do Detran estão entre os presos, além de 15 colaboradores, que são instrutores e donos de autoescolas, com atuação conjunta de servidores, formando um “verdadeiro balcão de negócios” para o comércio de CNHs. Todos serão indiciados em crimes de corrupção ativa e passiva, inserção de dados falsos no sistema Detrannet e organização criminosa. Veja quem são eles:

Na operação foram cumpridas as 60 ordens judiciais expedidas pela Justiça, sendo 25 de prisão preventiva e 35 de buscas e apreensões em Cuiabá (13 presos), Várzea Grande (4 presos), São Félix do Araguaia (3 presos), Chapada dos Guimarães (1 preso), Campo Verde (2 buscas), Tangará da Serra (1 preso), Juína (1 preso) e Rondonópolis (2 presos).

 

Durante as diligências, uma vasta documentação foi apreendida nos endereços das pessoas investigadas e ainda 3 veículos (Hilux, S10 e Sandero), supostamente comprados com dinheiro ilícito da venda de CNHs. Todos os mandados foram cumpridos na casa dos investigados e não houve mandados na sede do Detran ou em Ciretrans do interior e nem para autoescolas. Os documentos, como processos para obtenção de CNH, serão analisados e submetidos à perícia.

Dois veículos, uma Hilux e um Sandero, estavam na casa de um examinador em Várzea Grande e a Hilux foi apreendida no endereço de outro examinador, em Cuiabá.

 

O coordenador da operação, delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, informou que após a veiculação da operação, algumas pessoas que adquiriram CNH de forma ilícita já procuraram a Polícia Civil de forma voluntária. “A delegacia orienta as pessoas que adquiriram carteira de habilitação de maneira criminosa e, que voluntariamente contribua com informações na investigação, procurem a Polícia Civil, pois não poderão ser presas em flagrante”, disse o delegado. (Com informações da Assessoria)

 

Confira quem foram os servidores da Sefaz alvos da operação 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Comprimidos de ecstasy são apreendidos em Barra do Garças

Mídia News A Polícia Militar de Barra do Garças apreendeu quatro comprimidos de ecstasy, s…